CELINE DION PT

De Portugal para o Mundo

Citações / EntrevistasImprensa

Leia a entrevista de Celine Dion para a Hello Canada: Gémeos, René-Charles…

Já está nas bancas canadianas a edição desta semana da revista Hello Canada, que tem Celine Dion na capa. A revista trás uma pequena entrevista com Celine Dion e nenhuma foto nova, ao contrário do que tinha sido anunciado. A seguir pode ler a entrevista:

Fale-nos dos bebés. Eles têm agora 10 meses de idade…

Acontece tudo muito depressa e só fica melhor. Eu faria tudo outra vez. É muito mais difícil ter dois do que um. E não é como dizem “se você pode cuidar de um, então pode cuidar de dois. Não é simplesmente o dobro das refeições, o dobro do trabalho. É outro mundo.

Em que sentido?

Quando o seu filho ou filha não se sente bem, você torna-se a mãe ou o pai que passa o tempo todo com eles, certo? Eles querem ser segurados, querem ser confortados. Mas quando você tem dois, sente-se mal por colocar um de parte para consolar o outro, e vice-versa. Isso parte muito o coração.

Como é que os pequenos Nelson e Eddy lidam com isso?

Eles estão bem. Para mim, é difícil. Quando os vejo a brincar juntos, é tão bonito. Mas quando é tempo para os amamentar, eles ficam “Uh, uh, uh, ao mesmo tempo, e eu fico “oh meu Deus. Porque é que tenho de escolher entre eles?” Então eu digo para mim própria “Ok, na refeição anterior eu peguei primeiro no Nelson? Eu penso que peguei no Nelson, então agora é o Eddy”. Então eu digo ao Nelson – “Eu já volto”. Depois, asseguro que alguém fica a brincar com um enquanto eu alimento o outro. É difícil.

Você acha que os gémeos serão mais independentes em resultado de nem sempre terem a sua atenção por inteiro?

Não faço ideia. Acho que tem tudo a haver com a personalidade com que nascem. Há crianças que são extremamente pacientes e tenho visto outras que, quando querem uma coisa, querem-na logo. Acho que não vai ser fácil para eles serem pacientes porque são dois. Eu posso estar errada.

Às vezes diz-se que os filhos mais novos são menos exigentes porque os pais estão mais calmos e já tiveram outros filhos. Você é a mais nova.

Sou a mais nova de 14, e fui e ainda me considero uma criança extremamente mimada. Mas o que significa ser minado? Estamos a falar de algo errado? Que tipo de mimo? Não é o que lhes damos, é o que lhes ensinamos.

O seu mimo foi mais em termos de amor do que de objetos materiais?

Eu era extremamente sortuda por ter muita coisa – brinquedos, roupas. Era a princesa. Mas sim, muito amor e muita atenção. Responder a uma criança, para mim, é muito importante. Você não tem de lhes dar o que eles querem imediatamente, mas quando eles chamam, se estão a chorar e estão a meio da noite, não há tempo quando eles são pequenos. É uma fralda molhada? é um pesadelo? é porque eles querem carinho? Seja o que for, o importante é responder e depois o que você quer fazer e dizer depois disso, cabe a você. Não há nenhum livro que diga como fazer, e não acho que haja uma maneira errada. É o que você pensa que está correto.

Como está René-Charles?

Ele está bem. Está a começar a jogar golfe outra vez. Estou muito contente porque ele já não jogava há mais de um ano.

Você também joga, não é?

Eu costumava, jogava com o meu filho, com o meu marido, com o meu pai. Não tenho tempo para isso agora, mas está apenas em standby porque continuo a achar que é um desporto maravilhoso. Estou orgulhosa por René-Charles ter começado a jogar outra vez – a época do baseball acabou para ele. Ele está em duas ligas, na Florida e aqui em Vegas. Ele é muito atlético, é inacreditável. Ele guia mais que o meu marido.

Fale-nos sobre as coisas que você tem colecionado ao longo dos anos dadas pelo seu filho.

Eu mantenho guardadas todas as coisas que ele me deu. Quando ele tinha dois, três, quatro anos, nós costumavamos ir à Disney World ou à Disneyland ou a um parque, e cada vez que ele via uma folha, ou uma pedra engraçada, ou um pau de madeira, ele dizia “Mãe, isto é para ti”. E depois disso, não podemos deitar isso fora. Então coloquei as folhas numa caixa de sapatos – não fique triste por mim, eu tenho muitas caixas de sapatos – e elas começaram a deteriorar-se.

Então e o que fez com elas?

Eu encontrei uma maneira de preservar as folhas. Quando o meu pai partiu há quase oito anos, ele recebeu muitas flores. E era difícil deitá-las fora – as pessoas tinham sido tão gentis e elas significavam tanto porque eram em forma de coração, de instrumento, uma mensagem. Alguém na família conhecia uma freira que secava as flores e usava uma solução, uma pasta ou algo, e enrolava-as em bolas para fazer contas do rosário. Não precisa de fazer isso para rezar mas pode fazer disso um colar ou uma bracelete, por isso acho que vou ver se elas podem fazer um colar com as folhas.

A escola de René-Charles começa em breve, por isso você vai voltar para a Florida até dezembro. Isso significa que vai trabalhar num novo álbum?

Sim, claro. Vou gravar um álbum em francês e também um em inglês. Não sei quando serão lançados mas tenho de os fazer. Vamos estar a ouvir canções.

Você escreveu “Entre Deux Mondes” para o cantor quebequense Marc Dupré no ano passado. Como é que ela surgiu?

Eu escrevo canções na minha mente mas nunca as quero para mim. Vejo e ouço sempre outro cantor a cantá-las. O Marc é muito aberto às ideias que eu tenho, por isso eu cantei parte da canção ao telefone e ele disse-me “acaba a canção! Eu vou gravar um álbum”. Nunca resultou até ele vir até à Florida quando eu estava grávida, e nós acabamos a canção. Se ele quizer gravar outra vez terá de vir ter comigo.

As canções do seu espetáculo do Caesars Palace são escolhas suas?

Sim, mas com ajuda – quando nós fazemos um show juntos, reunimo-nos muitas vezes e dizemos “O que pensam disto?”. Haviam algumas que eu não queria cantar ao principio. Eu não queria a canção do Titanic e não queria a canção em francês “Ne Me Quitte Pas”. Ainda bem que não escolho tudo o que faço.

Comentários do Facebook

Discover more from CELINE DION PT

Subscribe to get the latest posts to your email.

0 thoughts on “Leia a entrevista de Celine Dion para a Hello Canada: Gémeos, René-Charles…

  • Bárbara Vitorazzi

    Bela entrevista!!Queria ver o RC jogando golf! que graça…?

    Reply
  • Esta entrevista está muito bem feita. Celine estava muito aberta a falar sobre as suas crianças. Ela estva-se a gabar do orgulho que tem em Reené Charles por causa daqueles presentes que ele lhe dava nos parques temáticos. E mais uma vez dá para ver que ela tem uma enorme coleção de sapatos. Nota-se que ela está muito feliz por ter os gémeos, logo naquela paarte em que fala do amamentar está a manifestar a sua alegria. O que posso mais dizer? Está uma boa entrevista… <3 love Celine

    Reply
  • Owwwwn *-* , que lindo !
    Ela guardou as folhas do René Charles.

    Reply
  • Vítor Caixeiro

    Há um programa da Oprah em que a Celine diz que guardou as folhas do René em caixas de sapatos, acho que foi a última vez que lá esteve, em Fevereiro deste ano. Acredito que tenha muitas folhas, pois com tantas caixas de sapatos com certeza que já tem uma grande colecção!

    Reply
  • Eu não sabia que ela era compositora também! E é uma incrível compositora, porque acabo de ouvir a música.

    Ela nunca parará de me surpreender.

    Reply
  • E quando será lançado o cd em inglês? Será esse ano ou só em 2012?

    Reply
  • Sabe gente, as vezes penso que Celine detesta My Heart Will Go On, desde quando ela gravou, ela não queri,a só gravou por que seria bom pra sua carreira e não por que gostava realmente da musica, Celine realmente é uma mulher de fibra, sempre faz o que gosta e o que não gosta, sempre pensando no próximo!

    Reply
  • Gente acho que ela tbm não gosta de canta MHWGO mas eu amo e não ia aguentar ir ao show e não ver ela ,Já tiraram TO LOVE YOU MORE eu não gostei

    Reply
  • Oque ?
    Deixar de cantar MY HEART WILL GO ON ? Só virei fã dela por causa dessa musica que é ligada com o filme,se ela deixar de cantar essa música não sei oque será de mim =( amo todas as musicas que ela canta, mais deixar de canta MHWGO eu morro, amo quando ela canta essa música em seus shows.
    Te Amo muuuuuuuuuito Céline, mas please não deixe de cantar essa musica ok ? continue sempre cantar ela em seus espetaculos e shows, faça esse esforço por mim, por favor. rs…

    Reply
  • Ela é simplesmente incrível! CDPT, sei que não tem nada a ver com o post mas, vocês não tem o vídeo inteiro do casamento da Celine com o René? Queria muito mas, nunca acho. Obrigado!

    Reply
    • Não. O vídeo inteiro da cerimónia não tenho conhecimento de alguma vez ter estado disponível na internet.

      Reply
  • CDPT muchas gracias por estas partes de entrevista!!!! Me encanta la portada!! se ve muy juvenil! guapisima!!!! que pena que no pueda conseguir la hello de Canada aquí en España..

    Reply
  • CDPT , nada a ver com o post 2 .. mas vocês já sabem quando será lançado o livro Celine Momentos ?

    Reply
    • Será muito em breve, mas data ao certo não tem.

      Reply
  • NOSSA COMO EU AMO ESSA MULHER ELA E DIMAIS .

    Reply
  • Eu acredito que Celine Dion não queria cantar My heart will go on por outros motivos. Pode ser que ela não goste da música, entretanto, eu acho que ela nunca gostou de ser rotulada por essa canção. Celine Dion tem músicas lindíssimas (the power of love, because you loved me, to love you more, think twice, if you ask me to, immortality, when i need you, with this tear e por ai vai…) mas ela é sempre lembrada por ser a “Mulher do Titanic”.

    Eu acho que Celine Dion deve ter bronca da música do filme, pois o sucesso da canção foi tão grande que tudo o que ela fez antes ficou em segundo plano.

    Reply
    • Gracias Luis, no lo habia visto aún!

      Reply
  • Esse vídeo só aumentou o meu sonho de ver a Celine em Vegas. O palco está incrível, o espetáculo também. Mas, o que é realmente incrível chama-se: Celine Dion

    Reply

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Discover more from CELINE DION PT

Subscribe now to keep reading and get access to the full archive.

Continue reading